Home

998.   Nova Técnica Permite a Pesquisadores Ver em 3D o Interior de Insetos Vivos


  Pesquisadores obtiveram imagens de insetos inteiros vivos usando uma técnica chamada tomografia micro-computadorizada de raios X (micro-TC).

  Obter imagens de insetos inteiros vivos é desafiador porque as doses de radiação requeridas para obter as imagens e os movimentos dos insetos, comprometem a qualidade da imagem – de modo que a maior parte da pesquisa envolvendo imagens de invertebrados requer o sacrifício do animal.

  Mas em um novo estudo, pesquisadores usaram gás dióxido de carbono para anestesiar os insetos para evitar que eles se mexessem durante a visualização 3D, e de acordo com os pesquisadores, o método teve impacto muito pequeno na longevidade dos insetos.

Reconstrução 3D-TC (resolução de 20 micrometros) mostrando as estruturas internas da lagarta militar verdadeira com 1 dia (esquerda, sexualmente imatura) e 4 dias (direita, sexualmente madura). Topo: Volume 3D do exoesqueleto do corpo do macho. Meio: Vistas reformatadas multi-plano 3D do corpo inteiro mostrando as estruturas internas; e base: O sistema traqueal

  Com o objetivo de obter imagens de insetos vivos, os pesquisadores dizem que é crucial imobilizá-los por completo, usar uma dose de radiação baixa o suficiente para permitir repetidas varreduras dos mesmos indivíduos em estudos por períodos relevantes, e prover qualidade e resolução de imagem adequadas para distinguir estruturas internas.

  Os pesquisadores, da Universidade de Ontario Oeste, escanearam besouros da batata (Leptinotarsa decemlineata) e lagartas militares verdadeiras (Pseudaletia unipuncta).

O estudo se baseou em submeter os insetos ao gás dióxido de carbono para induzir hipoxia – condição de oxigenação insuficiente.

  O experimento se baseia no fato de que esses insetos em particular têm capacidades notáveis para sobreviver à hipoxia prolongada e doses de radiação ionizante – pelo menos 100 vezes mais do que a dose letal para humanos.

  Os insetos foram colocados em um tubo sob medida projetado para varredura micro-TC, e um filtro de seringa foi fixado à extremidade aberta do tubo para injetar o gás dióxido de carbono.

De acordo com um artigo escrito por pesquisadores para o BioMed Central, essa abordagem permitiu aos pesquisadores manter os insetos vivos ainda por um prolongado período de tempo – até 7 horas – enquanto escaneavam repetidamente o mesmo inseto usando micro-TC.

  De acordo com o Centro para Sistemas em Nanoescala da Universidade de Harvard, a tomografia micro-computadorizada de raios X é um método de obtenção de imagens de raios X capaz de gerar imagens 3D de seções retas e estruturas internas.

  Ela usa raios X micro focados para criar uma imagem sombra não destrutiva de um objeto com base na absorção de raios X do material.

  Então, um computador processa as imagens de todas as direções e reconstrói as estruturas 3D do objeto.

Reconstrução 3D TC de uma fêmea adulta viva e anestesiada de besouro da batata do Colorado, mostrando o corpo e o sistema traqueal

  Os pesquisadores dizem que quando o protocolo de varredura correto foi usado, os insetos se recuperaram com impacto mínimo sobre seu comportamento e reprodução.

  “Demonstramos que o uso do gás CO2 durante micro-TC efetivamente induz imobilização segura, repetível, de corpo inteiro e temporária de insetos vivos para visualizações 3D sem artefatos móveis”, concluíram os pesquisadores em seu estudo.

  “Além disso, mostramos que indivíduos TAW (lagartas militares verdadeiras) expostos conseguiram uma recuperação total com muito pouco impacto na longevidade subsequente, e sucesso no acasalamento pós hipoxia.”

  “Este método é aplicável a outras modalidades de obtenção de imagens e poderia ser usado para rotina exploratória e estudos com passagem do tempo, para escaneamento repetido de indivíduos vivos e intactos”, escreveram os pesquisadores.

O método com uso de gás dióxido de carbono para paralisar temporariamente insetos foi testado com sucesso em outros estágios da vida dos insetos. As fotos mostram imagens de reconstrução 3D-TC de uma (i) pupa de lagarta militar verdadeira, e (ii) uma lagarta mandarová vivas



Fonte : Daily Mail, 01/08/2017

Autor : Cecile Borkhataria

<p align="center"> <font face="tahoma" size=4> <a href="Menu_alternativo.htm" target="_top"> <font color="ff0000">Voltar para o Menu Alternativo</font> </a> </font> </p>